Pelas paredes 0 1158

Papel, adesivo, tinta e tecido são os aliados de quem quer decorar as paredes de casa

Para mudar um pouco a decoração você não precisa apenas trocar móveis e objetos. Uma alternativa é escolher um revestimento diferente para as paredes, que pode deixar a sua casa mais bonita e aconchegante. Dos tradicionais papéis de parede aos modernos adesivos, é possível encontrar aquilo que mais combina com cada estilo. Escolha o seu!

Papel de parede

A história do papel de parede começou na China, aproximadamente 200 anos a.C, quando era produzido com papel de arroz, totalmente branco e sem detalhes decorativos. Tanto tempo depois, ganhou cores, desenhos e estampas. Hoje, é muito procurado por quem quer deixar a casa mais aconchegante e com um clima mais intimista. Disponíveis em vários modelos, servem para decorar os mais diversos ambientes. “A maioria dos papéis de parede são vinílicos e podem ser aplicados em qualquer lugar onde não haja umidade”, explica Anna Christina Dias, diretora da Celina Dias, empresa especializada em papéis de parede. Delicados, não podem ser molhados com frequência e por isso não são usados em áreas externas. Combinam perfeitamente com salas, quartos ou escritórios. Segundo Christina, a limpeza da parede com papel aplicado é simples e deve ser feita com um pano úmido, quase seco, o que garante a durabilidade do revestimento.

Adesivos

Quem busca originalidade pode optar pelos adesivos, que costumam ser mais ousados do que os papéis de parede e trazem um ar fashion aos ambientes. Feitos em vinil, podem ser usados nas mais diversas áreas da casa, incluindo a cozinha. Hoje fáceis de encontrar, começaram a aparecer em 2006 e, rapidamente, viraram febre entre os descolados. Alguns são fáceis de aplicar e não precisam de mão de obra especializada, ou seja, você mesmo pode colocá-los. A limpeza tem que ser feita somente com um pano úmido. “E é muito importante que essa limpeza seja feita freqüentemente. Se a poeira entrar na cola, o adesivo pode descolar rapidamente”, explica Joana Rosa, sócia proprietária da I.Stick. Também é importante ver se a parede onde o adesivo vai ser aplicado está em condições de recebê-lo. Para garantir a durabilidade, deve ser aplicado em uma superfície limpa, que não fique exposta ao sol, sem umidade e sem infiltração. “Além disso, a parede precisa estar pintada há mais de duas semanas, para que a tinta já esteja bem seca. Caso contrário, quando você for retirar o adesivo ele vai arrancar uma camada de tinta”, explica Joana. Os adesivos com acabamento fosco (que são a maioria) deixam uma impressão de que o desenho foi pintado, e não colado, na parede. Hoje, já existem produtos com acabamento brilhante, mais usados em objetos e aparelhos eletrônicos. Com uma resistência maior, podem ser usados por aqueles que querem, por exemplo, decorar as paredes do banheiro.

Papéis de parede podem ser aplicados em qualquer lugar, desde que não haja umidade
O tecido pode garantir uma estampa diferente à superfície e chega a durar até 40 anos
Práticas, as tintas garantem uma textura diferente à parede, parecida com um tecido

Tintas

Para quem não quer se preocupar com os cuidados que papel, um tecido ou um adesivo podem demandar, é possível simplesmente pintar a parede com uma tinta que resulta em um acabamento diferente do tradicional. Nesse caso, a principal vantagem é que esse recurso pode ser aplicado tanto em ambientes internos quanto externos. E são várias opções de efeitos. A tinta acrílica com microesferas, por exemplo, dá um efeito naturalmente manchado que mais parece uma camurça. A acrílica metalizada tem como resultado o efeito palha ou lunar. Tem ainda um produto que faz parecer que você aplicou jeans na parede.

Tecido

Se você não quer que sua parede simplesmente “pareça” ter sido revestida com algum tipo de tecido, pode optar por forrá-la com o próprio tecido. Empresas especializadas oferecem uma boa variedade de opções como camurça, veludo, linho, algodão e até mesmo tecidos sustentáveis como a lona de caminhão reciclada. Em qualquer caso, é preciso procurar um especialista para fazer a aplicação. Se o tecido escolhido for estampado, é preciso ficar atento às emendas, para que os desenhos não fiquem desencontrados. “A técnica varia conforme cada aplicador. No geral trabalha-se com uma cola especial. O Gilberto Moreno, um profissional especializado em forração de parede, já prefere aplicar uma espuma, que torna o acabamento mais refinado”, explica Tatiana Gabriel, diretora da JRJ Tecidos. Ela ressalta que se o tecido escolhido for de alta qualidade e tiver uma boa manutenção pode durar muito tempo. “O veludo e a camurça podem ficar na parede por 10, 20, 30, 40 anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As + Acessadas

Video