Poros dilatados 0 2542

Entenda quais são as causas e mitos dos poros dilatados

Boa parte das pessoas, certamente, já notou a presença dos poros dilatados, aqueles “buraquinhos” no rosto que deixam a pele menos uniforme.
Para começar a atender essa questão, em primeiro lugar, é importante conhecer desde as causas até os possíveis tratamentos. Mudanças de hábitos podem ajudar a controlar e, até mesmo, evitar os poros dilatados.
Principal causa?
Na maioria das vezes, os poros dilatados aparecem em pessoas que possuem a pele mista ou oleosa. O motivo? Acúmulo de células mortas e óleo, especialmente na região ao redor do poro.
Como resultado, os famosos “buraquinhos” aumentam de tamanho e deixam a pele com o aspecto muito parecido ao de uma “casca de laranja”. Esse quadro é ainda mais frequente em áreas do rosto que produzem sebo em excesso. Entre elas, a zona T, que contempla a testa, o nariz e o queixo.
Tem a ver com genética?
Uma vez que os poros dilatados são causados pelo excesso de oleosidade na pele, pode-se, sim, afirmar que essa condição também tem origem genética.
Afinal, é graças à genética que são herdadas certas características físicas – e os traços da pele estão dentro dessa lista.
Maiores mitos
Entre os principais mitos a respeito dos poros dilatados, está a desidratação da pele. A dilatação dos poros não se dá devido à falta de umidade presente nas células, pois, a desidratação costuma ser algo mais pontual, já os poros dilatados têm a ver com uma questão crônica.
Outro mito bastante comum é o de que é possível reduzir os poros no rosto com a cauterização. Porém, a pele com poros abertos é resultado do excesso da produção de sebo — e não do poro em si.
Poros maiores no fim do dia?
Sim! Em geral, isso ocorre devido ao aumento de oleosidade na pele, que é maior no período da tarde até a noite. Com o acompanhamento de médicos especializados é possível identificar o tratamento adequado e investir em uma rotina de skincare completa e recheada de nutrientes para ajudar na obtenção de um melhor resultado.
Cosméticos ajudam?
Com certeza! Entre os mais populares está o filtro solar. Este item minimiza os poros e, de quebra, protege dos raios solares que podem causar irritações na pele.
Os tratamentos tópicos – medicamentos em cremes e pomadas – também podem ajudar, já que são capazes de regular a produção de sebo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As + Acessadas