Repeti de ano: e agora?

Repeti de ano: e agora?

COMPARTILHE

shutterstock_160145042fim do ano letivo é, para a maioria, um período de satisfação, de comemoração de mais um ano conquistado. Mas, para os que não obtiveram notas e comportamento suficientes, é um período de decepção, tristeza, desafio… e oportunidade.

A princípio, a reprovação não deve ser um castigo. Mas, para isso, precisa ser contextualizada, trabalhada e transformada em aprendizado.

Para tanto algumas condutas devem ser estabelecidas:

1 – Conduta de reflexão

Ficar atento com o desempenho ao longo do ano;

Onde e o que fiz ou não fiz para não alcançar a aprovação;

A atual escola é a mais adequada ao meu perfil? Verificar junto aos pais e também especialistas;

Solicitar ao adolescente que ele escreva seu balanço com responsabilidade;

O que quero para minha vida no próximo ano, daqui a cinco anos e daqui a 10 anos? Escreva e guarde.

2 – Conduta de escolhas

Como quero e posso cursar o próximo ano?

Não podemos ter tudo, por exemplo, muitas baladas e estudos para provas. Como posso a partir de hoje exercitar minha mudança de atitude;

Ajudar a mãe em tarefas domésticas, ajudar o pai em seu trabalho, ou ter mais responsabilidade em alimentar e cuidar do seu animal de estimação, por exemplo;

Estudar só na véspera é sinônimo de risco alto de não dar certo;

Estudar um pouco todos os dias é o caminho mais seguro e educativo;

Escolher mudar algumas condutas e substituir por condutas positivas, desde já. Escreva. Crie símbolos. Espalhe por onde passa (quarto, cozinha, sala de tv/vídeo game);

Escolher durante as férias atividades saudáveis e culturais para se envolver;

Planejar e escolher desenvolver um trabalho voluntário.

3 – Conduta de atitudes

Escolher e fazer um esporte: desenvolve o foco, saúde e disciplina;

Adotar seriamente uma agenda;

Organizar previamente o material. Mudar e reorganizar o quarto ou ambiente de estudo se for necessário e produtivo;

Uma semana antes de começarem as aulas, resgatar conteúdos do ano anterior e fazer novamente lista de novas condutas. Confirmar ou adequar aquelas escritas anteriormente;

Desde o primeiro dia de aula, estabelecer bom contato com os professores, principalmente os das matérias mais vulneráveis.

Toda lição de casa deverá ser realizada. É proibido dizer a si mesmo: isso não precisa; eu já fiz e sei que darei conta, etc.Regular o sono, a alimentação desde uma semana antes das aulas começarem;

Pedir auxílio e orientação aos pais para a realização das tarefas de organização;

Fazer balanços das atitudes e desempenho a cada 15 dias;

Procurar manter contato com a orientadora para certificar-se de sua conduta e exercitar sua postura de aluno.

A adolescência é um período muito rico de exercício de escolhas; averiguações entre causa e efeito, entre tempo e ação; criação de métodos próprios de organização, atenção e foco; confirmação de autoestima; desenvolvimento da consciência e autoconhecimento.

Áreas cerebrais responsáveis por estas ações estão em pleno processo de lapidação e aperfeiçoamento. Neste sentido, refazer um ano (para fazê-lo diferente), uma vez que foi o resultado alcançado, pode ser um período de crescimento, amadurecimento e fortalecimento do bom, correto e saudável. Desde que haja o desenvolvimento e fortalecimento de circuitarias cerebrais competentes e promissoras que certamente serão alcançadas por meio das mudanças de atitudes, da maior responsabilidade e exercício de competências e habilidades.

COMPARTILHE
Artigo anteriorHora do Enem
Próximo artigoNovembro de 2014

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UM COMENTÁRIO