No topo da montanha

No topo da montanha

COMPARTILHE

A paixão pela natureza e o espírito aventureiro é o que move a rotina de Ricardo Teti, 41. Nascido e criado no Tatuapé, o atleta deu os primeiros “piques” aos 11 anos, nas alamedas do Parque do Piqueri. Destaque na corrida de rua durante vários anos, Teti buscou novos desafios, dessa vez, longe do asfalto.

IMG_0097Desde 2009, ele se dedica profissionalmente ao trail run, a corrida de montanha. “É um percurso totalmente diferente, com nível de dificuldade maior, porém muito mais aconchegante. O principal objetivo é superar os relevos e as dificuldades naturais, afinal você nunca sabe o que vai encontrar. Adoro essa sensação de correr em meio à natureza e cruzar com rios, bichos, trilhas e paisagens exuberantes. É uma sensação indescritível!”, comenta o atleta, que já foi vice campão paulista de corrida de montanha e, em apenas um ano, faturou 19 troféus em 23 provas.

Uma das suas principais conquistas no esporte foi na maratona, em San Martin de Los Andes, Patagônia, Argentina, em 2013, quando se classificou como primeiro brasileiro a concluir a prova, sexto lugar na classificação geral e segundo na faixa etária.

Afastado por dois anos por conta de uma forte lesão, Teti voltou com tudo. Nesse mês, ele participa de uma das maiores corridas de montanha do mundo, a Patagônia Run (Argentina), a convite do organizador da prova, Mariano Alvarez. Com o apoio de parceiros e patrocinadores, o atleta ainda tem mais três maratonas em vista e almeja repetir a dose e garantir seu lugar no pódio.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UM COMENTÁRIO