Diversão do frio

Diversão do frio

Conheça as três cidades mais badaladas da Serra da Mantiqueira para curtir o friozinho próximo a São Paulo

COMPARTILHE

Santo Antonio do Pinhal

a-184-SAP_01_9911_P a-184-SAP_05_0148_P a-184-SAP_09_9711_P a-184-SAP_06_0123_PA estância climática fica nas proximidades da cidade de Campos do Jordão, no Vale do Paraíba. A região é rica em atrativos naturais e diversidades culturais. O visitante pode conferir montanhas, picos, rios, vales e ecoturismo junto à natureza. Para quem busca aventura, opções não faltam, como escalada, rapel, arvorismo, trilhas off-road, voo livre, entre outros. Outra atração é a tradicional Festa do Pinhão, que acontece entre maio e agosto, em homenagem à grande quantidade do fruto que se encontra na região. O evento conta com barracas de comidas típicas, artesanato, apresentações e shows. O nome da cidade é uma homenagem às diversas espécies de araucárias que se espalham por ali, em tupi-guarani significa: “montanha que chora” ou “serra onde nascem as águas”.

Entre as atrações de destaque está uma visita ao Atelier Eduardo Miguel, onde é possível encontrar móveis, luminárias, objetos de arte e decoração. O Mirante do Cruzeiro é o passeio ideal para quem gosta de caminhar e ter uma vista panorâmica da cidade. A atração fica a mais de 1.100 metros de altitude, de onde se pode avistar toda a região. Outro ponto para quem aprecia uma bela vista é o Mirante Nossa Senhora Auxiliadora, de onde se pode admirar todo o Vale do Paraíba.

São Bento do Sapucaí

a-187-SBS_01_0068_P a-187-SBS_13_9806_P a-187-SBS_15_0004_PA 185 km da capital, São Bento do Sapucaí é a porta de entrada para a Pedra do Baú – não, ela não fica em Campos do Jordão. O visitante vai conferir sua paisagem rústica com ar bucólico formado pelas casinhas simples, ruas de terras e encantos naturais da Serra da Mantiqueira. Há, também, pousadas charmosas e confortáveis escondidas em meio à vegetação nativa. Para quem gosta de esportes radicais, é possível praticar rapel, escaladas, caminhadas, voo livre, entre outras atrações.

Além das lembranças das aventuras, o turista pode levar para casa o artesanato local da Associação Arte no Quilombo, formada por 80 artesãos que confeccionam produtos em palha de bananeira, sambentista, fruta cultivada na cidade, entre outros materiais.

Localizada no meio da Serra do Baú, a Cachoeira do Toldi é a atração mais alta da cidade, com uma queda de 20 metros. O visitante pode conferir toda a beleza e água cristalina da bela cachoeira, além de manter contato com a natureza da região.

Point certo para a prática de esportes radicais, o Monumento Estadual da Pedra do Baú é formado por três complexos rochosos: Bauzinho, Pedra do Baú e Ana Chata. Além do visual, o visitante pode praticar rapel, escalada, voo livre, escalaminhada, entre outros.

No centro da cidade, a Capelinha de Mosaicos, toda revestida em mosaico confeccionado pelos artistas plásticos Ângelo Milani e Claudia Villar, é uma atração imperdível. Na mesma região fica a Matriz de São Bento. Construída aproximadamente em 1850, ainda mantém a construção original, feita pelos escravos em adobe e barro.

Campos do Jordão

a-049-CJO_10_9144_P a-049-CJO_17_9352_PA 173 km de São Paulo, Campos do Jordão atrai milhares de visitantes em busca do clima, das belas paisagens e da agitação.

A charmosa composição arquitetônica em estilo suíço-europeu dos seus diversos hotéis, pousadas, lojas, restaurantes, bares, chocolaterias, bistrôs e pubs, fascinam milhares de turistas que sempre retornam à cidade em épocas de temporada e finais de semana. São famosos os eventos culturais oferecidos pela estância, destacando-se o Festival de Inverno com muitas apresentações artísticas de cunho nacional e internacional. Esta constante dinâmica estimula a inauguração de novas lojas, aumenta a quantidade de hospedagens e faz o município interiorano se parecer com os badalados points das grandes metrópoles.

O Centro do Capivari é um dos locais mais movimentos. É onde estão as lojas, muitas delas de grife, restaurantes, chocolaterias, confeitarias e bares. Para um passeio em família, uma boa pedida é o Centro de Lazer Tarundu. Com total infraestrutura, o espaço conta com diversas atrações para entreter os visitantes de todas as idades. Além de equitação, patinação no gelo, arvorismo, orbit, thunder, o visitante pode saborear pratos servidos no restaurante.

O Auditório Cláudio Santoro é onde acontecem muitas das atrações do Festival Internacional de Inverno de Campos do Jordão. Ao lado dele fica o Museu, onde o visitante conhece as esculturas de Felícia Leirner, um dos únicos ao ar livre do Brasil.

Um dos pontos turísticos mais visitados da cidade é o Morro do Elefante. A atração fica a 1800 metros de altitude e o visitante vai desfrutar de uma visão privilegiada da região. O acesso pode ser feito de carro ou teleférico.

A casa de veraneio do Governador do Estado de São Paulo, o Palácio Boa Vista, é um passeio para quem gosta de artes. O espaço conta com obras de famosos artistas contemporâneos. Destaque para os quadros de Tarsila do Amaral e Cândido Portinari. A visita é feita somente com monitores.

A estrada de ferro que corta a cidade oferece algumas opções de passeios para os turistas. São três roteiros diferentes: o Trem Turístico, que sai de Campos do Jordão e vai até Santo Antônio do Pinhal, com paradas estratégicas, como o Alto do Lageado; o Bondinho que percorre o eixo central da cidade; e a Maria Fumaça, que sai de Capivari e vai até Abernéssia.

COMPARTILHE
Artigo anteriorJulho de 2017
Próximo artigoEdson Celulari

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UM COMENTÁRIO