De olho nos astros

De olho nos astros

Que tal ver o céu de pertinho e desvendar o que há além do planeta Terra? Luas, estrelas, nebulosas e outros astros podem ser vistos em alguns observatórios em cidades próximas a São Paulo

COMPARTILHE

16901161958_853848f48c_oOBSERVATÓRIO MUNICIPAL DE CAMPINAS JEAN NICOLINI (CAMPINAS/SP)

Por ser distante da poluição luminosa e atmosférica, o observatório é o melhor lugar de Campinas e do estado de São Paulo para ver as estrelas. Suas ações abrangem atividades educativas, de divulgação e pesquisa astronômica. No local, o visitante pode observar, através de telescópios, astros como a Lua, Saturno, aglomerados estelares e estrelas duplas, dependendo da época do ano e das condições meteorológicas. Nas noites sem luar, há um passeio pelas principais constelações. Em 2016, o observatório fecha para reformas e expandirá a capacidade de atendimento, dos dois telescópios atuais para oito.
Visitas: Domingos, das 17h às 21h. Ingressos: R$ 4 (inteira), R$ 2 (meia-entrada). Entrada gratuita para idosos e crianças até 6 anos. A idade mínima para observar ao telescópio é a partir de 5 anos.
Onde: Estrada das Cabras (CAM 245) s/Km, Monte Urânia, Serra das Cabras, Joaquim Egídio – Campinas/SP
Informações e programação: (19) 3298-6566 – www.observatorio.campinas.sp.gov.br

OBSERVATÓRIO ASTRONÔMICO DE PIRACICABA (PIRACICABA/SP)

Com cinco telescópios, cinco relógios do sol e um globo planetário, o observatório oferece semanalmente observação para curiosos e entendidos. Fenômenos astronômicos, como o eclipse total da lua, também fazem parte dos eventos abertos ao público em geral. O principal telescópio utilizado é a luneta alemã ‘Steinheil’ com objetiva de 175mm, a segunda maior do Estado. Através dela, os visitantes observam ao vivo os astros em evidência, especialmente o planeta dos anéis, Saturno. Cursos de “Introdução à Astronomia” e “Astronomia Prática”, além de exposições e sessões de vídeo com documentários, esclarecem dúvidas e oferecem curiosidades sobre o universo dos astros. Há ainda atividades educacionais para todas as faixas etárias, curso anual de “Metodologia no Ensino da Astronomia” e programações de cunho científico, com observação solar de cometas.

Visitas: Sábados, das 18h30 às 21h30, salvo em dias chuvosos. Todas as atividades são gratuitas.
Onde: Km 3 da Rodovia Fausto Santomauro, que liga Piracicaba a Rio Claro. Piracicaba/SP
Informações e programação: (19) 3413-0990 – www.observatoriopiracicaba.blogspot.com.br

OBSERVATÓRIO ABRAHÃO DE MORAES
(VALINHOS/SP)

DSCN1629Graças aos telescópios Asterix e Prometeu, o público pode ver de pertinho a Lua, o planeta Saturno, aglomerados estelares, estrelas múltiplas e nebulosas. Os equipamentos são os únicos que não estão automatizados. As observações são realizadas através de oculares, resgatando uma época mais “romântica” da Astronomia, quando os astrônomos gastavam horas esperando por um momento de visão estável, para flagrar detalhes evasivos na superfície dos planetas. Já as atividades educativas acontecem com a ajuda do telescópio Argus, que faz parte do projeto nacional Telescópios na Escola. O observatório ainda conta com o Círculo Meridiano e o Obelix, equipamentos super potentes que ajudam os pesquisadores a determinarem as posições de estrelas e monitorar os restos de satélites artificiais presentes na órbita terrestre.

Visitas: “Noite com as Estrelas”- Realizadas mensalmente, sempre na fase crescente da Lua. Necessário agendamento prévio. Duração de 1 hora. Todas as atividades no OAM são gratuitas.
Onde: R. do Observatório – Fazenda Santana,
Vinhedo/SP
Informações e programação: (19) 3856 5400 – www.observatorio.iag.usp.br

OBSERVATÓRIO DIETRICH SCHIEL/CDCC
DA USP (SÃO CARLOS/SP)

04-29-2014-cda-odsTodos os finais de semana o observatório fica aberto à visitação pública, durante horários estipulados. As observações do céu são feitas com os telescópios do observatório e a olho nu. Na área externa, o Jardim do Céu na Terra traz uma série de dispositivos interativos para estimular os visitantes a conhecerem mais sobre astronomia. É possível acompanhar evolução das fases da Lua, os movimentos da Terra ao redor do Sol e dos astros ao redor da Terra, as diversas posições que o Sol pode assumir ao longo do ano, observar o Cruzeiro do Sul e a Rosa dos Ventos. O moderno Telescópio Refrator Grubb 204/3000, com as condições adequadas, permite observar o brilho do planeta anão Plutão.

Visitas: Sextas, sábados e domingos, das 20h às 22h. No sábado, às 21h, há palestras sobre temas da Astronomia e Ciências. Já no domingo, às 20h, acontecem sessões de documentários ou filmes relacionados. O segundo domingo de cada mês, das 10h às 12h, e o último, das 14h às 16h, são destinados à observação segura do Sol. Todas as atividades são gratuitas.
Onde: Av. Trabalhador São-carlense, 400 – Campus Área 1 da USP – São Carlos/SP
Informações e programação: (16) 3373-9191 – www.cdcc.usp.br/cda

Você sabia?
Um observatório é o local usado para despertar o interesse da comunidade acadêmica e do público pela astronomia, através de atividades de observações astronômicas e estudos de eventos terrestres e celestes, que acontecem usualmente durante a noite. Diferente dos planetários, eles são construídos em montanhas altas por apresentar menor umidade, bem como também menos influência de luz proveniente dos centros urbanos.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UM COMENTÁRIO