Bom de bola

Bom de bola

Revelação do futebol holandês, o zagueiro Eric Botteghin é do Tatuapé

COMPARTILHE
Eric Botteghin cresceu no Tatuapé e hoje vive na Holanda, onde atua pelo FC Groningen
Eric Botteghin cresceu no Tatuapé e hoje vive na Holanda, onde atua pelo FC Groningen

Ele poderia ser apenas mais um garotinho apaixonado por bola, mas o talento e a vontade de levar o futebol a sério fizeram a diferença na trajetória de Eric Botteghin. Nascido e criado no Tatuapé, o jovem de 27 anos está escrevendo a sua história no futebol europeu. Contratado na temporada 2013/14 pelo FC Groningen, da Holanda, o zagueiro tem ganhado cada vez mais destaque e reconhecimento.

O primeiro contato com a bola veio aos cinco anos, quando jogou federado pelo Palmeiras. Em seguida, atuou na base do Grêmio Barueri e pelo Internacional de Porto Alegre. E foi ali que surgiu a oportunidade de entrar de vez para o futebol profissional. “Disputei um campeonato sub-19 na Holanda pelo Inter, onde fomos campeões, e recebi o convite do PEC Zwolle para jogar. A mudança não foi fácil, eu tinha apenas 19 anos, cheguei em pleno inverno, em outro idioma, cultura e modo de jogar diferente. Hoje, estou completamente adaptado”, conta.

A rotina é baseada nos treinos e jogos. Nas horas livres, o atleta gosta de reunir os amigos e conhecer outros lugares do país com a esposa. Apesar de encantado com a segurança e organização da Holanda, Eric revela saudades de suas origens. “Morei até os meus 18 anos no Tatuapé. Gosto muito do bairro, pois foi onde estudei e vivi boa parte da minha vida. É um lugar que te oferece tudo. Minha família e meus grandes amigos estão aí”, diz.

botteghinn 4 botteghinn 1Indo para a segunda temporada no Groningen, Eric é um dos principais jogadores do clube e já reúne conquistas importantes no futebol holandês. Em 2009, 2010 e 2011, foi eleito o melhor jogador da temporada pelas torcidas de times holandeses. Já na temporada 2013/14, entrou na seleção da rodada por três vezes por sites holandeses, e também fez parte da seleção da Europa pelo Jornal italiano La Gazzetta dello Sport, quando marcou gol no Ajax, especificamente em Cillensen, último goleiro da seleção holandesa na Copa do Mundo.

Segundo o site Squawka, que registra estatísticas dos principais torneios da Europa, Eric é o jogador com maior eficiência defensiva do Campeonato Holandês. No geral, foi apontado como o quarto melhor jogador da temporada 2013/2014 de acordo com o site. As boas atuações valorizaram o zagueiro, que desembarcou na Europa avaliado em 650 mil euros, e hoje atingiu 1,5 milhão de euros, de acordo com o Transfer Market.

As pouquíssimas expulsões na carreira é outro detalhe que chama a atenção. “O futebol holandês é muito técnico e tático. Os times gostam de sair com a bola trabalhada, começando pelo goleiro, passando pelos zagueiros e chegando ao ataque. É um campeonato onde se tem muita oportunidade e revela muitos jovens. Como zagueiro, há situações em que não tem jeito, e acabo tomando cartão vermelho, mas foram poucas. Tento sempre chegar forte na marcação, mas no tempo certo e na hora certa”, comenta.

Entre seus ídolos, Eric destaca a admiração por Jaap Stam, ex-zagueiro do Milan e Manchester United. “O interessante é que a primeira equipe dele foi o PEC Zwolle também. Trabalhei com ele, foi meu auxiliar técnico. Já o admirava como jogador, e quando o conheci pessoalmente passei a gostar ainda mais. Virei fã”.

Com contrato com o FC Groningen até 2016, Eric deseja alçar novos voos, indo para um time de maior expressão, na Europa ou, é claro, no Brasil. “O Brasil tem muitos jogadores bons, a concorrência é muito grande. Mas o reconhecimento que venho tendo do meu trabalho aqui na Holanda me dá mais motivação, pois é um sinal que estou no caminho certo”, afirma. Boa Sorte, Eric!

COMPARTILHE
Artigo anteriorFase solar
Próximo artigoO “M” da Mooca

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UM COMENTÁRIO