Drummond passa a ser Centro Universitário 0 909

Parecer dos avaliadores do Ministério da Educação mostrou que a instituição atende todas as exigências do órgão, o que credenciou a UniDrummond com o conceito máximo de excelência

O que teve início com uma escola embrionária, no início da década de 1970, chega em 2018 ao patamar de Universidade. A mudança aconteceu após decisão do Conselho Nacional de Educação (CNE), homologada pelo MEC, que publicou portaria, no dia 7 de maio, que transformou a Faculdade Drummond em Centro Universitário Carlos Drummond de Andrade. Motivo de orgulho para o seu mantenedor, o professor-doutor Osmar Basílio.
“Foi um caminho sinuoso, percorrido ao longo desses 48 anos. Confesso que era um sonho distante, mas que hoje é realidade. Foram muitos erros e acertos, mas sempre prevaleceu a perseverança em quem acredita em Deus, na família, nos amigos e no trabalho. Sou muito grato a todos que direta ou indiretamente propiciaram a transformação de uma escola embrionária de apenas dois alunos, em uma Universidade”, destacou Basílio.
O parecer dos avaliadores do Ministério da Educação mostrou que a instituição atende todas as exigências do órgão, o que credenciou a UniDrummond com o conceito máximo de excelência – nota 5. Entre os itens avaliados estão: qualidade e formação do corpo docente, infraestrutura, responsabilidade social, programas de estímulo à pesquisa, comunicação com a comunidade e relação com egressos. “Essa conquista significa um importante passo na evolução do Grupo Drummond”, enalteceu Osmar Basílio.
AUTONOMIA
Com o status de Centro Universitário, a UniDrummond passa a ter autonomia em decisões importantes para organizar novos programas educacionais e cursos de graduação e pós-graduação, que atendam às demandas do mercado. Passa ainda por esta autonomia, a possibilidade de ampliar programas de extensão e pesquisa, e implementar projetos de intercâmbio e de empregabilidade.
“Essa decisão do MEC é um reconhecimento à qualidade acadêmica que batalhamos para conquistar nas últimas cinco décadas. Também coroa o trabalho de um grupo de docentes e funcionários, pessoas essenciais que conduzem a evolução da instituição”, explicou o mantenedor.
Segundo o professor-doutor Osmar Basílio, a UniDrummond nasce madura. Isso porque a instituição já possui mais de 30 cursos de graduação, 5 campi e 50 anos de trajetória no ensino. “O credenciamento do Centro Universitário irá refletir em uma maior oferta de ensino de qualidade, sobretudo para os moradores da Zona Leste, onde estão concentradas as unidades. Entre nossas ambições, está a expansão da oferta de cursos, com a abertura de graduações e pós-graduações em diversas áreas do conhecimento”, explicou.
ESTRUTURA
O Centro Universitário integra o Grupo Educacional Drummond, hoje também composto pelos colégios Drummond, Alvorada e Comendador, e pela Escola João XXIII. São cerca de 15 mil alunos, desde a educação infantil até a pós-graduação, além de mil colaboradores, entre docentes e profissionais técnico-administrativos. Entre os destaques da instituição estão os modernos laboratórios, as propostas pedagógicas inovadoras, o Sistema de Bibliotecas e o Centro de Referência para Preparação para o Exame de Cambridge. O Grupo Drummond também é muito forte na área do esporte, participando de competições nacionais e internacionais, em várias modalidades.
TÍTULO DOUTOR HONORIS CAUSA
O professor-doutor Osmar Basílio recebeu o título da Organização das Américas para a Ética na Educação (Odaee). A outorga é um reconhecimento pela contribuição do docente para o desenvolvimento das ciências, artes de letras no Brasil e nos países Ibero-Americanos.
O título foi concedido durante o Congresso Internacional de Pedagogia, em 2017, realizado em Havana, Cuba, entre os dias 30 de janeiro e 3 de fevereiro. Na ocasião, o professor-doutor Osmar Basílio apresentou um painel aos congressistas com o título “Os desafios da geração do 3º milênio”.
Basílio também é agraciado com o título de Embaixador da Paz. Agora, são mais de 15 reconhecimentos em alusão ao trabalho desenvolvido em prol da Educação e da Cidadania. Confira alguns deles: Empresário do Ano (1992), pelo Grupo Cimino de Comunicação; Benemérito Tatuapé (1996), pelo Conselho Comunitário de São Paulo; Grande Benemérito (1997), pelo Conselho Comunitário de São Paulo.
Colaborador Benemérito (1998), pela Fundação Ceret; Cidadão do Tatuapé (1998), pelo Conselho Comunitário de São Paulo; Comendador (2001), pelo Instituto Cultural da Fraternidade Universal; Empresário do Ano (2006), pelo Jornal da Zona Leste; Sócio-Benemérito (2007), pelo Clube Tatuapé de Ciclismo.
Medalha Governador Pedro de Toledo (2013), pela Sociedade Veteranos de 32, MMDC; Diploma de Gratidão (2014), pela Câmara Municipal de São Paulo; Diploma de Gratidão (2015), pelo Rotary Club em agradecimento pelos relevantes serviços prestados à comunidade do Tatuapé; Medalha Comemorativa (2016) do Centenário do Terceiro Grupamento de Bombeiros/SP; e Medalha Cruz (2016), pela Roja da Cruz Vermelha Internacional e Comenda de Embaixador da Paz da Organização das Américas para a Excelência Educativa.
PRÊMIO SAPIENTIAE
Durante o Congresso Internacional de Pedagogia, que reuniu educadores de todo o mundo em 2017, a então Faculdade Drummond recebeu o prêmio Sapientiae, que coloca a instituição entre as melhores para se estudar nos países Ibero-Americanos. O reconhecimento é resultado do Estudo de Qualidade Educativa, desenvolvido pela Odaee a partir de questionários aplicados a estudantes da então Faculdade Drummond.

CONHEÇA OSMAR BASÍLIO

O professor-doutor Osmar Basílio nasceu em 1949, no bairro do Tatuapé. De origem humilde, com seis anos de idade já ajudava em casa ao vender hortaliças em um caixote forrado com pano de prato. Ele levantava às 5 horas para colher as hortaliças e prepará-las para a sua comercialização, na feira livre que ocorria na rua onde morava, aos sábados.
Diplomou-se no Curso Científico (Ensino Médio), em 1967. Em 1968, cumprindo seu dever cívico, prestou o serviço militar no CPOR/SP, do qual saiu com a patente de segundo tenente da Infantaria. Em 1969, ainda como calouro universitário, iniciou sua carreira de docente.
Em 1970, aos 20 anos, fundou sua primeira escola e deu início à sua fase como empreendedor. Com efeito, a pequena escola com apenas uma dezena de alunos, desenvolveu-se, ganhou robustez e hoje constitui-se no Grupo Educacional Drummond, com cinco campi nos bairros do Tatuapé, Penha, Vila Formosa e Ponte Rasa.
O mantenedor do Grupo Drummond possui ainda graduação em Engenharia, Matemática, Física e Desenho. E é especialista em Educação, com mestrado em Educação, Semiótica e Novas Tecnologias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As + Acessadas

Video