Festa em casa 0 726

Depois de descobrir um espaço oco embaixo da casa, auditor criou um lugar para festas que é um sucesso entre os amigos

Diferente do que acontece na maioria das residências, a reforma na casa do auditor Marcelo Del Bianco foi motivo de festa. Há três anos, um estranho cheiro de esgoto fez com que os moradores do condomínio investigassem a tubulação que passa por baixo das casas. “Quebrei o piso da garagem e descobri que era oco, entrava mais da metade do corpo. Resolvi o problema do encanamento e decidi aproveitar a oportunidade e fazer mais um cômodo na minha casa, um espaço inédito”, conta.

Durante toda a obra, finalizada em agosto do ano passado, Marcelo se preocupou em manter a segurança de sua família. “Foram 14 toneladas de terra retiradas por baldes. Com a ajuda de engenheiros, investi principalmente na parte de estrutura, desci várias colunas e vigas”, comenta.

Referências ao cinema também mereceram um cantinho especial
Mesa de jogos, onde Marcelo se diverte com os amigos
No bar, ele guarda 120 garrafinhas de bebidas de sua coleção

Elaborar o projeto arquitetônico e a decoração do espaço foram as partes mais prazerosas da obra. Depois de garimpar algumas ideias em revistas e na internet, Marcelo desenhou cada mínimo detalhe do espaço. “Nunca tinha feito nada do tipo, foi um desafio e tanto para mim. Quis criar um espaço com a minha cara, que identificasse cada uma das minhas paixões”, diz. “Até cheguei a contratar uma arquiteta, mas ela não conseguiu captar o que eu queria”.

O espaço, que foi chamado de ‘buraco’, reúne mais de 100 bonecos de filmes de diversas épocas, além de 120 garrafinhas de bebidas. “Minhas coleções já existiam bem antes desse projeto, mas deixava-as na estante da sala e minha esposa não gostava muito. Então, para acoplar minhas duas paixões fiz do ‘buraco’ um espaço com home theater, bar e mesa de cartas”, diz.

O videogame Atari faz parte da decoração
Um home teather foi instalado no ambiente para garantir mais diversão

Saudosista dos anos 1980, Marcelo projetou a decoração e o entretenimento inspirados nessa época, passando pelos desenhos, filmes, músicas e brinquedos, como o videogame Atari. “Cheguei a um nível de detalhe muito crítico e perfeccionista, e o resultado surpreendeu não só a mim, mas aos amigos e familiares, que só puderam vir aqui depois de tudo estar pronto. Fizemos até uma festa de inauguração para 25 pessoas, com direito a DJ, iluminação de balada, máquina de fumaça, etc.”.

Mas quem pensa que o espaço é só para os adultos, é porque não viu a alegria da pequena Camila, filha de Marcelo, ao entrar no lugar que foi ‘palco’ para sua festinha de aniversário. “Ligo para os amigos para sair e eles preferem sempre vir para cá”, diz Marcelo. E conclui: “não precisamos mais de motivo para fazer festa”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As + Acessadas