As novidades da Casa Cor 0 1009

Mostra traz ambientes produzidos por especialistas do mercado, com muita sofisticação, conforto e estilo de vida, e ainda diversas opções de entretenimento, como restaurantes, cafés e áreas para compras

Com muita inovação e criatividade, o Grupo Casa Cor deste ano apresenta uma ideia ousada com a concepção de três eventos simultâneos: a Casa Cor 2009, maior mostra de arquitetura, decoração e paisagismo da América Latina e terceira maior do mundo, o Casa  Hotel¸ voltado para o setor de turismo, e a estreia do Casa Kids.

Cerca de 124 ambientes estão expostos em mais de 22 mil m² de área construída e 44 mil m² de área ocupada, no Jockey Club de São Paulo, com a participação de 168 profissionais entre arquitetos, decoradores e paisagistas. Roberto Burle Marx, consagrado na história do paisagismo, é o homenageado desta edição, em comemoração aos 100 anos de seu nascimento. “O resultado são espaços criativos e de muito bom gosto, que podem inspirar o visitante com ideias para casas, apartamentos, condomínios, áreas comerciais e hotéis”, destaca Ângelo Derenze, presidente da Casa Cor.

Futuro do planeta

O objetivo maior do evento é incentivar e mobilizar o público para o futuro do planeta, daí a escolha do tema: “sustentabilidade”. Os profissionais que fazem parte da mostra foram incentivados a aplicar em seus ambientes, por meio de produtos, mobiliário ou até mesmo em todo o projeto, algo que leve a conscientização dos visitantes.

Ao percorrer os espaços, é possível apreciar como a causa foi aderida. Um destaque é o Loft Sustentável, de Helena Viscomi. Ela projetou um local exclusivamente pautado para propor soluções de decoração e arquitetura que possam minimizar as agressões ao meio ambiente. A preocupação com a natureza é contemplada desde a base estrutural de aço galvanizado, fabricado por meio de um processo que garante um produto de excelente desempenho contra corrosão, até o fechamento de paredes internas, externas e telhas, feitos com placas de material reciclado. A iluminação, toda em LED, garante redução de consumo de energia. No revestimento do piso, paredes e móveis foram usados madeira de demolição recuperada de casarões antigos. Em relação ao reuso da água, ela optou pelo aquecimento solar e instalou um reservatório, receptor de águas pluviais de pias e de drenagem de jardim, para que todo o volume recebido seja tratado e reutilizado para jardinagem e vasos sanitários. 

Loft Sustentável, de Helena Viscomi
Living, de Antonio Ferreira Júnior e Mario Celso Bernardes
Sala de Segurança, de Luci Rosset

A designer de interiores Solange Marchezini, responsável pela Loja do Museu de arte Moderna, também apostou em uma decoração focada na sustentabilidade e que traz, por exemplo, placas de ferro e madeira de demolição, além de um tapete que intercala couro e tiras de ferro cromado.

Outros destaques nesse quesito são o Living, de Antonio Ferreira Júnior e Mario Celso Bernardes, com o piso em taco reaproveitado, e a Sala de Segurança, de Luci Rosset, com fibra natural no mobiliário, couro ecológico e madeira de demolição. Na Casa Hotel, Joia Bergamo utilizou porcelanato reciclado no Lobby Concierge e, no Casa Kids, o Jardim da Infância, de Marcelo Faisal, tem madeira certificada e plástico reciclado em brinquedos ecologicamente corretos e educativos.

Gastronomia

Restaurantes tradicionais, cafés e chocolaterias estão no cardápio de opções que os visitantes podem se deliciar, enquanto aproveitam o aconchego dos ambientes e admiram a criação de renomados arquitetos, decoradores e paisagismo.

O roteiro gastronômico pode incluir um almoço ou um jantar requintado em algum dos três restaurantes. No Terraço da Casa Cor, o visitante encontra o clássico Terraço Itália, em que o chef Samuele Oliva prepara um menu especial para a ocasião. Para quem prefere um variado buffet terá o Badebec, que há oito anos participa da Casa Cor. Já os amantes da culinária japonesa irão saborear as novidades do Banana Sushi.

Para diferenciar o local da sobremesa, a confeitaria Dulca e a chocolateria Sweet Brasil apresentam suas guloseimas. À tarde, após conhecer cerca de 110 ambientes, a parada será na Loja de Chá, ideal para um descanso e um gostoso bate papo. No Casa Hotel, está instalado um café exclusivo do Vahrona.

PASSEIO CONSCIENTE

Para facilitar a visitação, a mostra traz em seu Boulevard veículos não poluentes. Para atender o público que acompanha as exposições simultâneas são disponibilizados quatro carros elétricos e bicicletas. Pontos estratégicos acomodam o “Bike Parkings”, para incentivar o uso do veículo de lazer durante todo o evento. Segundo o presidente da Casa Cor, Ângelo Derenze, a proposta de mobilidade com sustentabilidade desperta o cuidado com o meio ambiente. “As pessoas têm praticidade para se locomover sem poluir a natureza, além de aproveitar um passeio descontraído”, completa Derenze.

“Special Sale”

É assim que será chamado os dois últimos dias do evento, 13 e 14 de julho, período em que o público poderá adquirir objetos, produtos e móveis expostos, que seguem os grandes lançamentos mundiais, com descontos de até 70%.

PROFISSIONAIS DO TATUAPÉ ESTREIAM NA CASA COR

Da esq.: Sumaia Lima, Ernesto Almeida e Sandra Landi

Os profissionais Ernesto Almeida, Sandra Landi e Sumaia Lima, com escritório no Tatuapé, criaram o mutável Hall Principal. Duas estantes giratórias, de 400 kg cada, e um bar que fica oculto atrás de duas portas de correr, que fechadas formam um painel único de vidro preto, trazem mobilidade e permitem a transformação do ambiente de 46m². O piso é feito de material importado da Turquia, painéis no teto e na parede são de madeira de reflorestamento e a iluminação feita de Leds – lâmpadas de baixo consumo de energia. Uma escultura em aço de carbono colocada no teto é a atração do versátil ambiente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As + Acessadas