Adilson de Almeida: de fã a amigo de Senna 0 1149

Exemplo de esportista e ser humano, Ayrton Senna da Silva comoveu multidões e emocionou o país inteiro pelos pontos conquistados dentro e fora das pistas. Tri-campeão mundial, o mito ostenta uma história bonita, de garra e muito caráter. A música marcante, a vibração registrada no primeiro lugar do pódio, o carisma e olhar expressivo de Senna são fragmentos inesquecíveis na memória de seus compatriotas. Em uma entrevista emocionante, Adilson Carvalho de Almeida, presidente do fã-clube oficial Torcida Ayrton Senna, a TAS, faz declarações e revelações sobre a trajetória desse ídolo, que se tornou seu amigo pessoal

A IMPORTÂNCIA DA TAS

Fundada em 15 de maio de 1988, a Torcida Ayrton Senna foi reconhecida como o fã-clube oficial do piloto.

“Fundei a torcida por veneração pessoal ao Ayrton, mas desde o princípio tive o apoio de um grupo de amigos, que seguem até hoje neste trabalho. A intenção da equipe sempre foi acompanhá-lo de uma maneira sadia, nos momentos bons e ruins, sem criar problema algum e ele conseguiu ter essa percepção. Todos os anos, ele ficava praticamente só dois meses no Brasil, mas todo final de ano fazia questão de ter contato conosco e fazer confraternizações. Eu tenho certeza, o grupo TAS foi responsável pelas maiores homenagens que ele já recebeu, principalmente, em vida. Pudemos comprovar isso em uma declaração muito especial que ele deu, dizendo que as maiores emoções da carreira dele foram proporcionadas pelos torcedores e não pelos prêmios conquistados.”

PAIXÃO PELO AUTOMOBILISMO

Fundada em 15 de maio de 1988, a Torcida Ayrton Senna foi reconhecida como o fã clube oficial do piloto.

“Fundei a torcida por veneração pessoal ao Ayrton, mas desde o princípio tive o apoio de um grupo de amigos, que seguem até hoje neste trabalho. A intenção da equipe sempre foi acompanhá-lo de uma maneira sadia, nos momentos bons e ruins, sem criar problema algum e ele conseguiu ter essa percepção. Todos os anos ele ficava praticamente só dois meses no Brasil, mas todo final de ano fazia questão de ter contato conosco e fazer confraternizações. Eu tenho certeza, o grupo TAS foi responsável pelas maiores homenagens que ele já recebeu, principalmente, em vida. Pudemos comprovar isso em uma declaração muito especial que ele deu, dizendo que as maiores emoções da carreira dele foram proporcionadas pelos torcedores e não pelos prêmios conquistados.”

O SER HUMANO “SENNA”

A amizade de Ayrton foi a maior herança deixada para o fã Adilson.

“É emocionante pensar que o meu ídolo se tornou um amigo tão especial. Senna foi a melhor pessoa que eu já conheci. Ele era extremamente humano e valorizava o caráter acima de tudo. Para desfrutar da amizade dele, era necessário provar sua integridade, mas felizmente não precisei passar por essa fase de aprovação, acredito que foi uma maneira de agradecer todo bem que queria a ele.

A figura dele era muito representativa, bonita e de sucesso, certa vez, declarei despretensiosamente para um jornal português que, acreditava que, nosso ídolo seria um ótimo presidente para o Brasil, pois tinha o respeito dos seus compatriotas e essa imagem exemplar.”

NA ALEGRIA E NA TRISTEZA

A paixão dos fãs transcende o tempo em que o ídolo viveu.

“Apesar de ser difícil coincidir com nossas férias do trabalho, alguns integrantes da TAS e eu, acompanhamos Senna em provas na Europa. Fazíamos festas típicas para homenageá-lo, mas só pudemos ter noção da real importância da trajetória dele na vida das pessoas no dia do enterro. Foi o maior funeral que eu já vi na minha vida, mais almejado do que o do Tancredo Neves. Foi um momento que realmente não posso descrever, apenas lembrar. A família Senna vai ser eternamente grata a polícia militar pela organização, com cavalos e honras de um chefe de estado. Além do povo brasileiro que surpreendeu pela imensa comoção”.

Ayrton Senna comemorando sua primeira vitória no GP de Portugal, em 1985
Com centenas de imagens e artigos pessoais de Ayrton, a TAS, hoje, é um memorial visitado por pessoas de todas as partes do mundo

MOMENTO MARCANTE

Em uma história de sucesso, Adilson carrega dois momentos especiais da carreira do ídolo das pistas.

“A grande quantidade de vitórias marcou a trajetória do Ayrton, mas posso dizer que a do tricampeonato foi especial. Para comemorar o mundial de 1988, organizamos uma carreata do Aeroporto de Congonhas até o Jardim Paulistano. São Paulo voltou os olhos exclusivamente para a passagem dele, especialmente na avenida Paulista. É arrepiante lembrar, Senna parecia o Juscelino no comício da inauguração de Brasília. Emparelhamos o carro com o que ele estava e lembro como se fosse este instante, dele chorando e agradecendo sem parar. O primeiro troféu no Brasil, conquistado em Interlagos, também foi inesquecível, pois é o sonho de todo piloto. Nós fizemos questão de acompanhar pessoalmente este prêmio, pois sabíamos da dificuldade dele em chegar a final, além da forte chuva que caía naquele dia”.

EXEMPLO ONTEM, HOJE E SEMPRE

Aplicado, justo e de bom coração, Senna foi um herói da nação brasileira.

“Penso no Ayrton quase todos os dias e procuro colocar na minha profissão de advogado, algumas coisas que aprendi com ele, principalmente, de fazer tudo bem feito. Ele buscava antes do sucesso, ser um bom profissional e uma pessoa coerente com seus princípios, tinha um poder admirável de concentração nas corridas. Sem dúvidas, ele faz mais falta como brasileiro do que como piloto. A paixão dele pelo Brasil foi clara quando pôde ter cidadania italiana e preferiu não tirar por amor a pátria. Acho importante destacar que Ayrton praticava filantropia totalmente no anonimato e após a morte dele algumas foram descobertas”.

TRIBUTO À SENNA

Adilson mantém o projeto como um tributo a tudo que ele representou.

“Os rumos da TAS infelizmente tiveram que mudar, mas pretendo perpetuá-la enquanto puder. No entanto, hoje, nos tornamos um memorial visitado por pessoas de todas as partes do mundo. Na semana do grande prêmio, em outubro, recebemos dezenas de franceses, ingleses e até chineses. Outro trabalho que realizamos, é o de levar a exposição com o acervo da TAS até uma capital brasileira, cidade grande do interior de São Paulo ou até para outros estados, durante uma semana. No entanto, não procuramos as empresas para receberem a exposição, para não se tornar algo comercial. O único lucro desse trabalho é uma arrecadação de alimentos para instituições da própria cidade”.

A FAMÍLIA SENNA DA SILVA

A dedicação dos integrantes da TAS é retribuída até hoje pelos familiares do piloto número 1 do mundo.

“Foi muito bom ter nosso grupo reconhecido e, principalmente, considerado, pelos pais e irmãos do Ayrton. A dona Neide, mãe dele, sempre foi extremamente atenciosa e coloca a minha disposição todo o acervo e os álbuns da família. A Viviane e o Léo, irmãos dele, são outras peças importantíssimas nessa continuidade do nosso trabalho, pois eles que administram o Instituto Ayrton Senna, que também fornece material para renovarmos a galeria. A coisa mais gratificante que ouvi da família foi uma frase do sr. Nilton, afirmando que fomos parte fundamental na história do filho dele”.

A TAS está aberta para o público, porém é necessário agendar o dia e o horário da visita, que pode ser de segunda a sexta-feira, das 14 às 17 horas. A visita é gratuita.
Torcida Ayrton Senna (TAS)
R. Dr. Edson de Mello, 96, Vila Maria
Tel: 2954-3200 – aca@aasp.org.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As + Acessadas