Maravilha indiana 0 768

O Beef Curry, acompanhado de um pão paquistanês, delicia e diferencia as refeições do excêntrico Garuda Bar

Do Japão para o Tatuapé. Após oito anos de estadia na terra oriental, Elisabete Kikuchi, chefe de cozinha, decidiu favorecer os paulistanos com seus conhecimentos e dotes de gourmet.

Com porções especiais de salaminho, costelinha de porco, petiscos do mar, quibes e queijos, Elisabete e o Garuda Bar, onde atua, têm seus clientes muito bem servidos por quitutes e petiscos tradicionais. Longe do convencionalismo, o local também investe em receitas estrangeiras, que agradam os paladares mais excêntricos. O gyoza, mais conhecido como “pastel chinês”, o delicioso tempurá e o karaguê, composto por frangos com casquinhas crocantes, compõem essa parte do cardápio.

Falando em excentricidade, a mestre-cuca Elisabete aposta em um prato que tem superado as expectativas da clientela: o Beef Curry. Típica maravilha preparada à moda indiana, soma a simplicidade da carne bovina, ao sabor picante do aromático tempero composto, principalmente, de açafrão das Índias, sementes de cominho e coentro.

Em países de língua inglesa, a palavra curry é muito usada para descrever especiarias baseadas em molho. Aqui no Brasil, uma boa aproximação seria o “ensopado”. Desse modo, um beef curry é o que nós conhecemos como “ensopado de carne”.

A coloração do tempero e a mistura de especiarias proporcionam uma aparência suculenta à calda final que banha o prato.

Mesmo com o forte teor da pimenta, os pedaços de carne e as batatas, que acompanham, dissolvem na boca. No entanto, para aprovar a delícia afrodisíaca é preciso ter um paladar que aprecie as pitadas “quentes”, típicas nas refeições de inverno.

A chef coloca que um bom pão sírio, de origem paquistanesa, faz a combinação perfeita com o Beef Curry. “Na Tailândia, Malásia e Índia, onde o prato é bastante requisitado, é comum ser degustado com sucos naturais, pois esses povos não têm costume de ingerir bebidas alcoólicas”, acrescenta. Nas terras brasileiras, os diferentes drinks e cocktails do Garuda Bar também são bem pedidos, como complemento para apreciar a receita indiana.

Exótico, picante e suculento! Vale a pena desvendar esse maravilhoso segredo da chefe.

Ingredientes:
Pão Sírio – Ingredientes: 500 g de farinha de trigo; 200 g água destilada ou mineral; uma pitada de sal. Modo de preparo: Misturar os ingredientes até formar uma massa homogênea. Esticar e modelar como uma circunferência. Assar em frigideira sem bordas, específica para tal preparo.

Carne e Batata:
2 kg de carne e 1 kg de batata. Molho: 500 g de repolho; 4 tomates médios; 2 colheres (sopa) de chili; 2 conchas de óleo; 1 colher (sopa) sal; 1 colher (chá) pimenta do reino.

Modo de preparo:
Corte a carne em cubos grandes e reserve-a, durante 12 horas, para retirar todo o sangue.

Para o preparo do molho, frite a cebola até dourar. Acrescente o repolho e mexa até secar a calda. Coloque tomate picado, sem semente e pele. Quando estiver ao ponto, adicione o chili, dissolvendo-o nas conchas de óleo. Deixe no fogo por alguns minutos. Em seguida, some a pimenta e o sal. Logo, é necessário acrescer a carne reservada e cozinhá-la até que amoleça.

Por fim, corte as batatas e junte ao preparo, repetindo o processo da carne. Com a mistura dourada, é só retirar do fogo e servir.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As + Acessadas